Última hora

Última hora

Nova vaga de imigração clandestina no enclave espanhol de Melilha

Em leitura:

Nova vaga de imigração clandestina no enclave espanhol de Melilha

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 500 africanos tentaram, esta segunda-feira, escalar o muro de arame farpado que separa Marrocos do enclave espanhol de Melilha. Uma centena alcançou o objetivo e encontra-se em território europeu.

Segundo Rabat, 13 agentes marroquinos ficaram feridos devido a pedras lançadas pelos imigrantes; 14 africanos feriram-se nos arames farpados e tiveram também de receber tratamento médico.

Esta é a segunda tentativa de assalto a Melilha, numa semana. Na passada segunda-feira, 150 pessoas conseguiram igualmente entrar na cidade.

Melilha está, há meses, sob uma forte pressão migratória, tal como Ceuta.

Este outro enclave espanhol em Marrocos foi, no dia 6, palco de um incidente que levou à morte de 15 pessoas. Os imigrantes tentavam alcançar a cidade por via marítima. Segundo Madrid, os clandestinos morreram afogados; outras fontes dizem que foram atingidos por balas de borracha das autoridades espanholas.

A Espanha tem pedido a ajuda da União Europeia, que declara tratar-se uma fronteira espanhola e que Madrid deve assegurar a sua proteção.