Última hora

Última hora

The Corner: CR7 vai regressar como líder e Guardiola arrasa na Alemanha

Em leitura:

The Corner: CR7 vai regressar como líder e Guardiola arrasa na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha tem novo líder isolado na Liga; na Alemanha, apesar de faltarem ainda 12 jornadas, está tudo praticamente decidido; e, na Turquia, a equipa de Bruma venceu a de Hugo Almeida, num dérbi de Istambul, com Raul Meireles e Bruno Alves na frente. A ronda desta semana da euronews pelo futebol europeu passa ainda pela Holanda, onde o Ajax contou com ADN cabo-verdiano para recuperar do desaire europeu a meio da semana e aplicar um “poker” ao AZ Alkmaar.

ESPANHA – La Liga
Com a vitória caseira do Real Madrid (3-0) no sábado, diante do Elche, o Barcelona sabia que no domingo estava proibido de errar em San Sebastian. Tata Martino, ainda assim, decidiu promover mudanças no onze e a decisão saiu-lhe cara. Um golo apenas de Leo Messi, a valer na altura o empate após auto golo de Song, não chegou para motivar os catalães. A Real Sociedad esteve muito forte e venceu, por 3-1. “Não preparei bem o jogo”, confessou no final o treinador do Barça. Desde a pausa do Natal, o Barça já perdeu 10 pontos em oito jogos na Liga espanhola, incluindo um empate a zero com o Atlético de Madrid há pouco mais de um mês.

Os “colchoneros”, aliás, vem também de um fim de semana para esquecer e mostram-se bem diferentes da equipa que há apenas três semanas liderava o campeonato. Nos últimos três jogos fora de casa, Liga dos Campeões incluída, a equipa do internacional português Tiago conseguiu outras tantas derrotas. Desta feita, o Atlético de Madrid, sem o português, visitou Pamplona e acabou vergado ao Osasuna, por 3-0. Uma derrota pesada que custou ao treinador Diego Simeone a entrega da liderança ao maior rival dos “rojiblancos”, o qual, curiosamente, visita o Vicente Calderón no próximo domingo e com o melhor do Mundo, o CR7, de regresso após três jogos de castigo.

O Real Madrid está, aliás, pela primeira vez esta época isolado no topo da Liga espanhola, três pontos à frente da dupla constituída por Barcelona e Atlético de Madrid. A próxima jornada representa, também por isso, um teste de fogo para as aspirações da equipa de Cristiano Ronaldo, Pepe e Coentrão e companhia. Este será, porventura, o dérbi de Madrid mais importante deste novo milénio.

O Sevilha, com Beto na baliza, Daniel Carriço no meio-campo e o ex-Paços de Ferreira Diogo Figueiras a entrar na segunda parte, foi ao terreno do Rayo Vallecano conquistar os três pontos. Um único golo marcado por um jogador formado pelos “vallecanos”, Koke, fez o resultado.

Em Valência, o setubalense Rúben Vezo estreou-se no onze da equipa de João Pereira (suplente não utilizado) e Ricardo Costa (não foi opção). O jovem português de 19 anos acabou por ser o herói, ao assinar – já nos descontos – o golo que valeu à equipa “che” a vitória, por 2-1. O Málaga, com Antunes e Duda no onze, empatou a zero na visita ao Almeria (Hélder Barbosa entrou na segunda parte).

ALEMANHA – Bundesliga
De regresso ao futebol, após deixar há ano e meio o Barcelona, Pep Guardiola prossegue o seu passeio nesta temporada de estreia na Liga alemã. O Bayern de Munique conseguiu a 14.a vitória consecutiva na Bundesliga e a 6.a sem sequer sofrer qualquer golo. Os bávaros arrasaram em Hannover (0-4), com um bis de Thomas Muller complementado com golos de Thiago Alcântara e do croata Mario Mandzukic. Destaque também para outro brasileiro, Rafinha, autor de duas assistências para golo, e ainda para o regresso à competição de Bastian Shweinsteiger, após lesão prolongada e também com uma assistência para golo.

Os bávaros levam um avanço de 19 pontos de avanço sobre a concorrência mais próxima e, a 12 jornadas do fim, estão muito perto de garantir virtualmente o título. Não há impossíveis, é um facto, mas um Bayer Leverkusen que perde em Wolfsburgo (3-1) e um Borussia de Dortmund que também caiu em Hamburgo (3-0) não parecem ser grandes obstáculos à ambição da equipa de Guardiola.

HOLANDA – Eredivise
Depois da surpreendente escorregadela em casa, a meio da semana, diante do Red Bull Salzburgo, na Liga Europa, o Ajax recuperou rapidamente na Liga holandesa. A equipa orientada por Frank de Boer e Dennis Bergkamp aplicou um “poker” ao AZ Alkmaar.

O internacional sub-21 holandês, de ascendência cabo-verdiana, Lerin Duarte esteve em plano de destaque. Mas foi o capitão Seim de Jong quem abriu o marcador logo aos 4 minutos. O mesmo De Jong desenhou uma brilhante assistência já na segunda parte para o primeiro golo de apelido português na partida. Ricardo Kishna, com ascendência no Suriname, assinou o 3-0 e, aos 73 minutos, Lerin Duarte fixou o triunfo final em Amesterdão.

O empate a dois golos entre o Twente e o Feyenoord também favoreceu o Ajax, que se distanciou na liderança e tem, agora, mais seis pontos do que a formação de Enschede. Os de Roterdão caíram para quarto, por troca com o Vitesse, que derrotou em casa (3-1) o Waalwijk.

TURQUIA – Süper Lig
Vamos, por fim, à Turquia, onde houve dérbi de Istambul entre o Galatasaray, do lesionado Bruma, e o Besiktas, de Hugo Almeida e Manuel Fernandes. O “Gala”, desta feita como anfitrião, repetiu triunfo da primeira volta. Um único golo, de pénalti, marcado por Inan, resolveu o jogo a favor da equipa orientada por Mancini, que se mantém invencível em casa.

Na tabela, da Super Liga turca, os três primeiros classificados moram em Istambul. O Fenerbahce, de Raul Meireles e Bruno Alves, é o líder.