Última hora

Última hora

Uganda aperta o cerco a homossexuais

Em leitura:

Uganda aperta o cerco a homossexuais

Tamanho do texto Aa Aa

A partir de agora, a homossexualidade passa a ser um crime punível com prisão perpétua no Uganda. A lei, promulgada pelo chefe de Estado, é criticada pelos Estados Unidos e por organizações de defesa dos direitos humanos.

Também, a promoção da homossexualidade passa a ser considerada crime com penas entre os de cinco a sete anos de prisão.