Última hora

Última hora

Armani, DSquared2 e Blumarine encerram a semana da moda de Milão

Em leitura:

Armani, DSquared2 e Blumarine encerram a semana da moda de Milão

Tamanho do texto Aa Aa

Giorgio Armani

Flashes de verde lima na coleção de Giorgio Armani, para o próximo inverno, apresentada na Semana da Moda de Milão, onde a predominância de cores vai para os tons cinza.

Cortes elegantes, ligeiramente masculinos, onde o objetivo não é estar nas luzes da ribalta, é ser uma mulher comum. Uma coleção simples, com pouco glamour, cumprindo, facilmente, o propósito do estilista de trazer para a passarela modelos que as mulheres possam encontrar nas lojas.

Armani foi dos poucos designers a conseguir, com uma coleção, digamos, modernista, aplausos durante o desfile.

DSquared2

O outro lado do glamour de Hollywood, duro e cru, inspiração dos cérebros por detrás da marca DSquared2. Dean Caten explica o conceito:

“A história é sobre uma mulher, que talvez tenha sido uma diva de Hollywood, mas que teve um esgotamento e vai para uma clínica de recuperação”.

Dan Caten acrescenta: “Mas ela ainda tem as suas joias e vive a sua vida de fantasia, glamorosa, ela vive…”

Dean e Dan: “…num mundo perturbado e maravilhoso!”.

Um revisitar dos anos 60, em dois tempos. Primeiro uma tendência muito Austin Powers, muito curtos, os vestidos, muito femininos. Com uma paleta de cores, suficientemente, diversificada mas a pender para os tons fortes.

Depois vestidos longos, mais glamorosos, brilhantes, para uma noite de inverno inesquecível.

Blumarine

A estilista Anna Molinari, da Blumarine, desenhou uma coleção pensada para o frio mas, ao mesmo tempo, longe das baixas temperaturas da estação com vestido curtos e em tecidos muito leves.

A coleção evoca o Japão nas cores, nas mangas a lembrar quimonos, passando pelos estampados. A designer não esqueceu os tradicionais bordados e complementou-os com rendas e peles.

Esta é uma coleção que transpira sensualidade, cheia de brilho e que é, ao mesmo tempo, moderna e confortável.