Última hora

Última hora

Portugal acompanha retoma económica moderada da UE

Em leitura:

Portugal acompanha retoma económica moderada da UE

Tamanho do texto Aa Aa

Com a previsão de crescer 0,8% este ano, Portugal acompanha a tendência de retoma económica moderada da União Europeia (UE).

Nas previsões de inverno anunciadas, esta terça-feira, pela Comissão Europeia, a zona euro deve crescer em média 1,2% e a totalidade dos 28 países deve crescer em média 1,5%.

No caso da zona euro, o impulso vem sobretudo da Alemanha (1,8%), seguida da França (1%) e da Itália (0,6%).

Mas um dos recordistas da subida do PIB é o Reino Unido (2,5%), que não usa a moeda única.

“A retoma é ainda muito superficial”, disse à euronews Guntram Wolff, analista económico do Bruegel Institute.

“Não podemos dizer que saímos da crise, apenas que já não estamos na fase de enorme tensão financeira que se registrava há dois anos. Essa tensão atenuou-se, mas ainda existem altos níveis de dívida pública e desemprego, problemas que têm de ser resolvidos”, acrescentou o analista.

Sinal da timidez do consumo interno, o executivo europeu acompanha de perto a taxa de inflação, que ainda está abaixo dos 2% desejáveis.

Em 2014 deverá ser de 1%, com previsão de um ligeiro aumento no próximo ano (1,3%).

Algo mais acentuado nas economias frágeis e em reforma como a de Portugal, com o comissário europeu para os Assuntos Económicos a referir que tal dificulta a sua recuperação “em termos de competitividade de preços”.

“Mas uma inflação baixa prolongada em toda a zona euro tornaria ainda mais difícil que atingissem esses objetivos”, acrescentou Olli Rehn.

No caso de Portugal, os 0,8% poderão ser revistos em alta depois da 11ª avaliação da troika (UE/BCE/FMI).

Com um crescimento previsto de 0,6%, a altamente endividada Grécia deixa finalmente para trás seis anos de recessão.