Última hora

Última hora

Ucrânia: A "caverna de Ali Babá" do antigo procurador-geral, Viktor Pshonka

Em leitura:

Ucrânia: A "caverna de Ali Babá" do antigo procurador-geral, Viktor Pshonka

Tamanho do texto Aa Aa

É mais uma “caverna de Ali Babá” na Ucrânia. A mansão de caça do fugitivo ex-procurador-geral da república é de fazer inveja até à do presidente deposto. Não tem o jardim zoológico e os carros de luxo encontrados na residência de Ianukovich, mas a opulência barroca da casa de Viktor Pshonka ofusca, em brilho, os tesouros encontrados na propriedade do destituído chefe do regime.

Situada em Gorenichy, no seio da reserva de caça de Sukholuchchya, próximo de Kiev, a casa era utilizada apenas meia dúzia de vezes durante o ano, segundo afirmam os guardas da propriedade. Uma residência de sonho que é símbolo do pesadelo vivido por inúmeros ucranianos.

“Gostávamos de viver assim, nem que fosse só por uns dias”, adiantou um dos curiosos à porta da propriedade, enquanto outro afirma ter ficado “chocado” quando viu “as fotografias da mansão” e do luxo “interminável” que se descobre a cada divisão, atrás de cada porta.

Viktor Pshonka, Viktor Ianukovich e outros ex-dirigentes ucranianos continuam amonte. O ex-procurador tentou fugir do país a partir do aeroporto de Donetsk. Foi impedido e desapareceu do mapa. Fez-se retratar na pele de Imperador, mas o império pessoal que acumulou ao lado de Ianukovich desmorona-se agora aos pés da revolução.