Última hora

Última hora

Ucrânia: Parlamento pediu ao TPI para julgar Viktor Ianukovitch

Em leitura:

Ucrânia: Parlamento pediu ao TPI para julgar Viktor Ianukovitch

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, o Parlamento pediu esta terça-feira ao Tribunal Penal Internacional que julgue o presidente deposto Viktor Ianukovitch pelo “assassínio em massa” de manifestantes em Kiev.

Pouco antes, o Presidente interino, Olexandre Tourtchinov, tinha anunciado que a votação para a formação do Governo de transição foi adiada para quinta-feira.

“A formação do Governo é uma grande responsabilidade. Por um lado, não nos podemos atrasar porque é necessário salvar a economia da Ucrânia, mas por outro, não podemos cometer o erro de nos precipitarmos”, disse Ihor Miroshnichenko, do partido nacionalista Svoboda.

“Estamos prontos a fazer tudo o que nos é possível para ajudar a coligação atual a formar o novo Governo, mas sem a nossa participação. Estamos prontos para votar a favor do novo executivo proposto pela nova coligação”, afirmou Oleksande Efremov, líder parlamentar do Partido das Regiões.

Em Maidan subsiste a desconfiança
com a classe política, particularmente com os comprometidos com o regime de Ianukovitch.

“A formação do novo governo, não deve ser adiada. A oposição quer partilhar alguns ministérios. Também há alguns deputados que deixaram o Partido das Regiões, virando a casaca para obter um lugar no governo”, sublinhou um dos manifestantes que permanecem na Praça da Independência.