Última hora

Última hora

Alemanha: Acesso ao PE depende apenas dos votos dos leitores

Em leitura:

Alemanha: Acesso ao PE depende apenas dos votos dos leitores

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Constitucional da Alemanha suprimiu a percentagem mínima de votos, necessária até agora, para os partidos terem deputados no Parlamento Europeu. Esta decisão vai facilitar aos pequenos partidos a conquista de lugares nas próximas eleições de 25 de maio.

No ano passado o governo de Angela Merkel baixou a fasquia de 5% para 3%, mas agora o Tribunal Constitucional argumentou que não havia equidade nas eleições.

Partidos como o antieuropeu Alternativa para a Alemanha, o Partido Pirata, e o ambientalista conservador Partido Ecologista-Democrata, poderão agora conquistar alguns dos 96 lugares que a a Alemanha dispõe no Parlamento Europeu em Estrasburgo.

Os grandes partidos contestam a decisão argumentando que as fasquias eleitorais evitam a fragmentação política do parlamento idêntica à que levou à queda da República de Weimar e abriu as portas à ascensão de Adolfo Hitler.