Última hora

Última hora

Inglaterra: Assassinos do soldado Lee Rigby condenados a prisão perpétua e 45 anos de prisão

Em leitura:

Inglaterra: Assassinos do soldado Lee Rigby condenados a prisão perpétua e 45 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

A família de Lee Rigby ficou, esta quarta-feira, a saber a sentença que foi aplicada aos assassinos do soldado inglês.

A justiça londrina condenou Michael Adebolajo, de 29 anos, a prisão perpétua efetiva, e Michael Adebowale, de 22 anos, a 45 anos de prisão.

Lee Rigby foi atacado a sangue frio, a 22 de maio último, quando se dirigia ao quartel de Woolwich, em Londres. A agressão e a posterior detenção dos suspeitos foram filmadas por câmaras de segurança e provocaram uma onda de islamofobia no país.

Os assassinos afirmaram, em tribunal, atuar em nome do Islão, para vingar a morte de muçulmanos inocentes às mãos de militares ocidentais no Iraque e no Afeganistão.

Grupos de extrema-direita organizaram manifestações no exterior do tribunal, a pedir justiça para o soldado Lee Rigby, brutalmente assassinado, o ano passado, pelos dois jovens islamitas britânicos de ascendência nigeriana.

O partido nacional britânico aproveitou a ocasião para reclamar a reintrodução da pena de morte.