Última hora

Última hora

Rússia autoriza uso da força na Crimeia

Em leitura:

Rússia autoriza uso da força na Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

O senado russo deu luz para que as tropas possam recorrer à força na Crimeia.

A proposta apresentada por Vladimir Putin é justificada com a instabilidade na república autónoma ucraniana, as ameaças à vida dos cidadãos e segurança da frota no mar Negro. A base situada cidade costeira de Sebastopol conta, oficialmente, com cerca de 15 mil soldados, mas o ministro da Defesa ucraniano garante que nos últimos dias Moscovo reforçou a presença militar no território e que o número já foi ultrapassado. As autoridades ucranianas lembram, no entanto, que ao abandonar a base sem a autorização de Kiev os militares estão a violar a lei.

Putin levou a proposta à câmara alta do Parlamento russo, horas depois do novo primeiro-ministro da Crimeia ter apelado à intervenção de Moscovo.

Em Simferopol, dezenas de pró-russos saíram à rua para contestar o governo de Kiev.