Última hora

Última hora

Leis do futebol mudam mas pouco

Em leitura:

Leis do futebol mudam mas pouco

Tamanho do texto Aa Aa

O International Board reuniu-se este sábado na sede da FIFA, em Zurique para discutir o estado atual das leis do futebol. Como é habitual, procedeu a algumas alterações pontuais, mas nada que venha a revolucionar o desporto rei.

Propostas inovadoras como a suspensão temporária de jogadores, irão merecer um estudo mais aprofundado. As mudanças limitam-se a alguns pormenores.

As mensagens exibidas nas camisolas interiores passam a ser rigorosamente proibidas, seja qual for a mensagem partilhada pelo futebolista.

A proposta da UEFA para não punir com cartão vermelho os penáltis que resultam da interrupção de um golo iminente com recurso à falta foi recusada, no entanto o conceito de golo iminente será clarificado no futuro.

Também o recurso a mais ajudas tecnológicas foi rejeitado. De acordo com o International Board a exceção continuará a ser a tecnologia de linha de baliza por ser a única que pode proporcionar no imediato uma resposta inequívoca.

Por fim, passa a ser permitida a utilização de adereços na cabeça por atletas de ambos os sexos, desde que sejam respeitadas as cores e modelos existentes nos regulamentos.

As alterações entram em vigor a 1 de junho, ainda antes do Campeonato do Mundo do Brasil.