Última hora

Última hora

Egito: polícias condenados por tortura até à morte de ativista

Em leitura:

Egito: polícias condenados por tortura até à morte de ativista

Tamanho do texto Aa Aa

Dois policiais egípcios foram condenados a 10 anos de prisão por tortura, até à morte, de um ativista, em 2010. Khaled Said terá morrido quando os polícias o arrastaram para fora de um cibercafé, em Alexandria, e o espancaram até à morte. Ele tinha publicado um vídeo onde os dois polícias partilhavam, alegadamente, o resultado de uma apreensão de droga.