Última hora

Última hora

Ucrânia acusa a Rússia de ter enviado 16 mil soldados para a Crimeia

Em leitura:

Ucrânia acusa a Rússia de ter enviado 16 mil soldados para a Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

Segundo o embaixador da Ucrânia nas Nações Unidas, a Rússia enviou cerca de 16 000 soldados para a Crimeia, desde 24 de fevereiro.

Num quadro confuso em que homens armados envergando uniformes não identificados assumem o controlo de pontos estratégicos na península da Crimeia, a Rússia desmentiu que tenha sido feito um ultimato às forças ucranianas para se renderem.

Ao mesmo tempo, civis ocupam edifícios governamentais com administrações fiéis a Kiev.

Em Odessa manifestantes pró-Rússia depois de neutralizarem a resistência das forças de segurança invadiram a sede administrativa e hastearam a bandeira russa.

Também em Donetsk, no leste da Ucrânia, centenas de pró-russos invadiram o edifício da administração regional, após terem apelado aos funcionários para ignorarem o novo governador nomeado pelo poder interino de Kiev.