Última hora

Última hora

Cores vibrantes e elegância no feminino marcam semana da moda de Paris

Em leitura:

Cores vibrantes e elegância no feminino marcam semana da moda de Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Foi na Ópera de Paris que a estilista britânica, Stella McCartney, apresentou a coleção para o próximo Outono/Inverno.

McCartney aposta nos contrastes. Tecidos delicados como as sedas contrastaram com lãs pesadas e as silhuetas em tamanhos maiores fizeram contraponto a comprimentos mínimos.

“Esta estação é um olhar para a silhueta, para a energia da vida, para uma espécie de espírito de vida e transpô-lo para a roupa,” assegura McCartney

Christian Dior apresentou as suas propostas, na semana da moda de Paris, numa tenda, em frente ao Museu Rodin.

Uma coleção assinada pelo antigo designer de móveis, Raf Simons, que, em 2012, assumiu a direção criativa da casa Dior.

Cores vibrantes como fúchsia, esmeralda e vermelhos, com toques de branco, marcam o tom de ousadia.

Os cetins e a caxemira conferem à mulher Dior a elegância que lhe é característica.

Característico, também, é o universo de Kenzo. A proposta para o próximo Outono/Inverno são saias volumosas, a lembrar personagens de desenhos animados, conjugadas com casacos e muitas cores e estampados.

A jovem dupla de estilistas Humberto Leon e Carol Lim foi buscar inspiração ao mundo do realizador norte-americano David Lynch.

“Sentimos como se fosse a nossa própria trilogia, de David Lynch, e explorámos todos os aspetos. Este espetáculo é muito suave, no final, no momento em que mostramos as diferentes personagens e pessoas. Inspirámo-nos não num filme em particular, não uma pessoa em particular, mas realmente mais na veia de David Lynch enquanto pessoa, e olhando através dos seus olhos,” informa Humberto Leon.