Última hora

Última hora

SFR: ofertas aceitam-se

Em leitura:

SFR: ofertas aceitam-se

Tamanho do texto Aa Aa

Os candidatos à compra da SFR, o operador francês de telecomunicações, devem apresentar até esta noite as ofertas junto da empresa-mãe, a francesa Vivendi.

Para conquistar a SFR e os seus 11 mil milhões de volume de negócios e 9000 trabalhadores, é preciso uma boa oferta. A Vivendi espera, pelo menos, 15 mil milhões de euros.

Vários compradores já manifestaram o interesse, num setor abalado pela dura concorrência do operador Free. Segundo o jornal francês Les Echos, a oferta da Bouygues anda à volta dos 15 mil milhões de euros.
A Numericable ficava-se pelos 14,7 mil milhões numa proposta preliminar.

Um casamento entre a Bouygues e a SFR representaria sinergias mas há quem tema a perda de empregos.

A última palavra caberá à autoridade francesa para a concorrência.