Última hora

Última hora

Grécia termina 2013 com desemprego de 27,5%

Em leitura:

Grécia termina 2013 com desemprego de 27,5%

Tamanho do texto Aa Aa

Em Atenas, o protesto de centenas de gregos, contra as medidas de austeridade, marcou a publicação dos últimos números do desemprego no país.

Segundo a Autoridade helénica de estatística, em dezembro, a taxa baixou uma décima para os 27,5%. É a mais elevada da zona euro, onde a taxa média ronda os 12%.

A partir da capital grega, a jornalista Symela Touchtidou recorda que os números da Autoridade helénica de estatística, são “dados corrigidos de variações sazonais para dezembro. O desemprego baixou uma décima, mas os analistas defendem que é cedo para festejar, recordando as duas quedas registadas no ano passado”.

O desemprego na Grécia não recua, verdadeiramente, desde maio de 2008.

No início de 2010, a taxa era de 11,3%. Agora está nos 27,5%, o que corresponde a 1,4 milhões de desempregados.

Após seis anos de recessão, a Grécia tem desempregados mais de metade dos jovens com menos de 24 anos (55,5%).

O governo de Antonis Samaras espera começar a ver melhorias este ano, graças a um crescimento económico de 0,6%.