Última hora

Última hora

China diz não a sanções contra a Rússia

Em leitura:

China diz não a sanções contra a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Pequim já saiu em defesa de Moscovo. A China considera que a adoção de sanções contra a Rússia não é solução.

Para o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Qin Gang, a crise na Ucrânia só pode ser resolvido através do diálogo:

“A China tem vindo a opor-se ao uso e à ameaça de utilização de sanções na resolução de questões internacionais. Uma posição que mantém em relação à Ucrânia.”

O chefe de governo japonês saudou, entretanto, os esforços do presidente norte-americano para resolver a situação no país.

O primeiro-ministro nipónico disse em público – o que já tinha dito em privado a Barack Obama durante uma conversa telefónica – que o Japão apoia as reformas económicas e políticas na Ucrânia.