Última hora

Última hora

Obama diz a Putin que está a violar soberania da Ucrânia

Em leitura:

Obama diz a Putin que está a violar soberania da Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia está a violar a soberania e a integridade territorial da Ucrânia – o aviso foi feito por Barack Obama a Vladimir Putin. O presidente norte-americano passou uma hora ao telefone com o homólogo russo e pediu-lhe para aceitar negociar com as novas autoridades ucranianas. Por outro lado, justificou as sanções anunciadas horas antes.

O segundo telefonema em seis dias aconteceu depois de Obama ter reiterado, em conferência de imprensa, que “qualquer discussão sobre o futuro da Ucrânia deve incluir o governo legítimo do país. Em 2014, está-se muito longe dos dias em que as fronteiras podem ser redesenhadas passando por cima dos líderes democráticos”.

Também esta quinta-feira, os chefes da diplomacia norte-americana e russa estiveram reunidos na capital italiana. Mas nenhum acordo foi concluído entre John Kerry e Sergei Lavrov. Pelo contrário, Washington vai mesmo avançar com restrições de vistos e congelamento de bens a russos e a ucranianos tidos como responsáveis pela desestabilização da Ucrânia.

Em Moscovo, Vladimir Putin presidiu a uma reunião do conselho de segurança da Rússia para abordar a possibilidade de anexação da Crimeia. O pedido tinha sido feito horas antes pelo parlamento da região autónoma que anunciou um referendo. A 16 de março, os cidadãos da Crimeia vão ser questionados se desejam continuar na Ucrânia ou unir-se à Rússia.