Última hora

Última hora

Olhos virados a leste

Em leitura:

Olhos virados a leste

Tamanho do texto Aa Aa

“Uma retoma moderada”, “prontos a agir se necessário”, “não há sinais de deflação”: o palavreado do Banco Central Europeu (BCE) manteve-se esta semana. O Conselho de Governadores manteve as taxas de juros inalteradas e não acionou novas medidas. As novidades são as perspetivas económicas, agora até 2016.

O presidente do BCE, Mario Draghi, expressou preocupação com os riscos geopolíticos da crise na Ucrânia.

Por detrás do pior braço-de-ferro entre superpotências desde a guerra fria, trava-se uma guerra. A chamada “guerra do Gás” e as vítimas poderão ser as empresas e consumidores na Europa.

A China não tem problemas de energia. Foi isso que o país usou, sem limites, para obter um crescimento de dois dígitos. Mas as consequências fazem-se sentir. É cada vez mais frequente usar máscara para caminhar em Pequim. A nova liderança decidiu que é a hora do país tornar-se “ecológico”.

Está a pensar mudar-se para a Ásia? Tenha cuidado com Singapura para bem da sua carteira. A cidade foi designada a mais cara do mundo.

Tido isto está em destaque em Business Weekly!