Última hora

Última hora

Putin pede prudência a Obama

Em leitura:

Putin pede prudência a Obama

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin pede a Barack Obama que não sacrifique as relações entre a Rússia e os Estados Unidos.

O desafio foi feito durante uma conversa telefónica sobre a crise na Ucrânia.

O chefe de Estado russo reconhece que existem divergências, mas considera que não devem por em causa relações que são primordiais para a segurança e estabilidade mundial.

Para o presidente norte-americano, o que está em causa é sim uma violação da soberania e da integridade territorial da Ucrânia.

O segundo telefonema em seis dias aconteceu depois de Obama ter reiterado que “qualquer discussão sobre o futuro da Ucrânia deve incluir o governo legítimo do país. Em 2014, está-se muito longe dos dias em que as fronteiras podem ser redesenhadas passando por cima dos líderes democráticos”.

Washington vai mesmo avançar com restrições de vistos e congelamento de bens a pessoas tidas como responsáveis pela desestabilização da Ucrânia.

A Crimeia decide a 16 de março se vai ou não continuar a fazer parte do país.