Última hora

Última hora

Referendo na Crimeia divide ucranianos

Em leitura:

Referendo na Crimeia divide ucranianos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia o anúncio sobre a realização de um referendo na Crimeia está a dividir a população.

Em Simferopol, a capital regional da Crimeia, muitos residentes são a favor da anexação à Rússia.

“Pessoalmente tenho uma opinião muito negativa dos Estados Unidos, eles colocaram metade do mundo a seus pés. A única solução para nós é de nos juntarmos à Rússia para obtermos paz e prosperidade na Crimeia”, afirmou um residente na Crimeia.

Na quinta-feira, o parlamento regional da Crimeia aprovou a realização de um referendo no próximo dia 16.

Na capital, Kiev, muitos insurgem-se contra a possibilidade da Crimeia vir a ser anexada à Rússia.

“Se existe uma lei ucraniana que determina que um referendo deve ser nacional, então este deve ser nacional. Se se trata de uma questão de autodeterminação da Crimeia, deixá-los decidir. A questão é saber o que eles querem, se querem ficar com a Rússia ou terem uma vida melhor”, diz um habitante na capital, Kiev.

A população da Crimeia é maioritariamente de etnia russa e a região goza de um grau considerável de autonomia relativamente a Kiev.

O novo governo ucraniano declarou o referendo ilegal e já abriu uma investigação contra o primeiro-ministro da Crimeia, Sergei Askyonov, nomeado pelo parlamento regional na semana passada.