Última hora

Última hora

Esqui Alpino: Shiffrin conquista slalom e Hofl-Riesch destrona Fenninger

Em leitura:

Esqui Alpino: Shiffrin conquista slalom e Hofl-Riesch destrona Fenninger

Tamanho do texto Aa Aa

Globo de Cristal decidido na disciplina de slalom, com a revalidação do título por Mikaela Shiffrin, e tudo de novo baralhado na geral da Taça do Mundo de Esqui Alpino, com Maria Hoefl-Riesch a recuperar a liderança a Anna Fenninger. Foram estes os principais desenvolvimentos da penúltima etapa de slalom na temporada, que decorreu este sábado em Are, na Suécia.

Este Dia Internacional da Mulher foi também o dia da consagração de Mikaela Shiffrin. A cinco dias de completar 19 anos, a norte-americana prossegue a sua auspiciosa ascensão ao olimpo do esqui com a revalidação do título mundial na especialidade de slalom, uma das quatro disciplinas que compõem a Taça do Mundo de esqui alpino. Um título reconquistado na mesma pista onde em dezembro de 2012, ainda com 17 anos, venceu pela primeira vez uma etapa da Taça do Mundo de esqui alpino.

Os 18 anos estão, aliás, a revelar-se a idade de ouro de Shiffrin. Três dias depois de os celebrar, conquistou em 2013, em Lenzerheide, na Suíça, o primeiro título mundial de slalom na carreira. Há duas semanas, a 21 de fevereiro, foi a medalha de ouro olímpica na mesma especialidade em Sochi, na Rússia. E agora, a cinco dias de se despedir dos 18, garante a revalidação do título mundial.

Nas duas mangas do slalom deste sábado – a primeira iluminada pelo sol e a segunda, pela tarde, com o tempo nublado e alguma neve a cair -, Mikael Shiffrin fez um tempo combinado de 1m50,66seg, com a principal adversária, a sueca Frida Hansdotter, a acabar a etapa em quarto e a ficar sem hipóteses de discutir o globo de cristal do slalom na derradeira etapa, a 15 de março, de novo em Lanzerheide, na Suíça.

Nas restantes posições do pódio deste sábado ficaram duas suecas. A segunda foi Maria Pietilä-Holmner (1m51,26seg) e a terceira Ana Swenn-Larsson (1m52,16seg).

Na tabela geral na disciplina de slalom, Mikael Shiffrin soma agora 538 pontos; Frida Hansdotter tem 408; e a austríaca Marlies Schild é terceira, com 325.

Geral da Taça do Mundo
Na geral da Taça do Mundo de esqui alpino, Maria Hoefl-Riesch recuperou a liderança perdida na véspera. A alemã aproveitou o facto de a austríaca Anna Fenninger não competir no slalom, para pontuar 36 pontos com o sétimo lugar na etapa deste sábado e passar de novo para a frente da tabela, agora com uma vantagem de 29 pontos sobre Fanninger, que soma 1151 pontos.

Na terceira posição da geral surge Tina Weirather, do Liechtenstein, que também não competiu este sábado e, por isso, mantém 943 pontos. A estrela do dia, Mikael Shiffrin, reforçou a sexta posição na geral, somando agora 773 pontos.

A próxima etapa da Taça do Mundo de esqui alpino é a derradeira prova de downhill e está marcada já para Lenzerheide, na Suíça, na próxima quarta-feira.