Última hora

Última hora

Famílias dos passageiros do avião desaparecido no Vietnam desesperam nos aeroportos

Em leitura:

Famílias dos passageiros do avião desaparecido no Vietnam desesperam nos aeroportos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Malásia, no aeroporto de Kuala Lumpur, os familiares desesperam por não terem informações. O Primeiro-ministro da Malásia já esteve no aeroporto para falar com familiares e amigos. Também na China, em Pequim, no aeroporto, dezenas de pessoas continuam à espera de novidades sobre este desastre.

Entretanto, o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Áustria garante não haver qualquer austríaco a bordo do aparelho. O homem indicado na lista de passageiros está na Áustria mas o seu passaporte foi roubado.

É o segundo caso do género neste trágico acidente. O Ministro italiano, responsável pela mesma pasta, tinha já garantido que o italiano, dado como passageiro neste voo, não estava no avião. Segundo a imprensa italiana Luigi Maraldi, de 37 anos, esteve na Tailândia, em agosto, e o seu passaporte foi-lhe roubado.

As primeiras informações chegaram da marinha do Vietname, informações de que o aparelho tinha desaparecido. A bordo seguiam 239 pessoas, 227 passageiros de 14 nacionalidades, entre eles 152 chineses, 3 franceses e 4 americanos.

As buscas aéreas foram interrompidas esta tarde, é já de noite na região. Espera-se agora que as embarcações enviadas pelas autoridades possam trazer novidades.