Última hora

Última hora

Ucrânia: Tensão ao rubro na Crimeia

Em leitura:

Ucrânia: Tensão ao rubro na Crimeia

Ucrânia: Tensão ao rubro na Crimeia
Tamanho do texto Aa Aa

Esta sexta-feira à noite, homens armados, alegadamente russos, entraram num posto de defesa do exército ucraniano em Sebastopol. O incidente foi resolvido e os atacantes acabaram por abandonar a base. Porém, repórteres no local denunciaram que as milícias pró-russas agrediram vários jornalistas.

O comandante da base, o tenente-coronel Vitaly Onyschenko, explica que a investida veio dos dois lados. Um camião veio do posto de controlo e outro do portão das munições. Era um grupo de 35 a 60 pessoas.

Sebastopol, no sul da República Autónoma da Crimeia, acolhe a base da frota russa no Mar Negro. Um local estratégico para Moscovo, que manifestou o apoio ao referendo separatista.

Pelo segundo dia consecutivo, observadores militares da Organização para a Segurança e Cooperação (OSCE) na Europa, foram impedidos de entrar na Crimeia por homens armados. A Rússia criticou a iniciativa da OSCE, alegando que esta devia ter esperado por um convite oficial.

As tropas de Moscovo controlam a península há uma semana. O Pentágono fala em 20 mil militares russos no território, o governo de Kiev em 30 mil.

Entretanto, perto de Lviv, no oeste da Ucrânia, as tropas ucranianas preparam-se para a eventualidade de serem chamadas a combater.