Última hora

Última hora

Crimeia prepara-se em festa para se juntar à Rússia

Em leitura:

Crimeia prepara-se em festa para se juntar à Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Na Crimeia, esta manhã, milhares de pessoas juntaram-se na praça Lenine, em Simferopol, em ambiente de festa, para apoiarem o referendo do próximo dia 16 de março.

Uma festa onde pontuaram as cores russas e toda a tradição e cultura musical russa. A multidão empunhava centenas de bandeiras da federação russa.

Uma ocasião mais para o chefe do governo regional da Crimeia se exprimir sobre o potencial do futuro da península agregada à Rússia.

Um ambiente que contrasta com o apelo à unidade no centro de Kiev. Na capital da Ucrânia, milhares reuniram-se na celebração do aniversário dos 200 anos do nascimento do poeta Taras Schevechenko, símbolo da independência do país.

O primeiro-ministro em exercício, Arseniy Yatsenyuk, repetiu, uma vez mais, que “a Ucrânia não cederá um centímetro do seu território”, gritando: “É preciso que a Rússia e o seu presidente saibam isto!”.

Mas o que a Rússia e o seu presidente sabem é que na Crimeia não há apoio suficiente à autoridade de Kiev, para além de uma minoria que ousa ainda manifestar-se pela unidade do país, como as centenas de pessoas que homenageram em Simferopol o poeta Schevchenko, venerado na Ucrânia.