Última hora

Última hora

Eleitores norte-coreanos confirmam candidatos do regime

Em leitura:

Eleitores norte-coreanos confirmam candidatos do regime

Tamanho do texto Aa Aa

São imagens de alegria que a televisão oficial da Coreia do Norte divulga em dia de eleições parlamentares.

O regime acredita que os cidadãos têm o dever de votar, mas não o de escolher o candidato.

O Partido dos Trabalhadores decide quem quer ver à frente de cada uma das cerca de 700 circunscrições. Os eleitores limitam-se a dizer se concordam ou não com o candidato.

No entanto, e dada a falta de privacidade, no momento do voto poucos ousam dizer que não. Razão pela qual a taxa de aprovação ronda, por norma, os 100 por cento.

As últimas eleições parlamentares ocorreram em 2009 quando Kim Jong-il estava, ainda, no poder.

A Assembleia Popular Suprema reúne-se, em média, duas vezes por ano, normalmente, para carimbar as decisões tomadas pelo Partido dos Trabalhadores

O escrutínio permite, também, ao regime contabilizar as fugas dos eleitores inscritos para o estrangeiro. Só para a Coreia do Sul terão partido em 2013, cerca de 1300 norte-coreanos.