Última hora

Última hora

Conflito sírio: a luta contra a poliomielite nos campos de refugiados

Em leitura:

Conflito sírio: a luta contra a poliomielite nos campos de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

Uma grande campanha de vacinação contra a póliomielite será lançada durante o mês de março no Médio Oriente após a descoberta de casos de pólio na Síria.

Dez milhões de crianças devem ser imunizadas durante março na Síria, Iraque, Egito , Jordânia e Líbano segundo anúncio do Fundo das Nações Unidas para a Infância .

As primeiras indicações sugerem que o vírus – que aparece também em amostras de águas residuais no Egito, Israel e Faixa de Gaza – vem do Paquistão.

Depois de três anos de guerra a Síria encontra-se igualmente na rota da doença:

“Muitos casos de poliomielite foram encontrados na Síria. Em Deir Al-Zour, foram identificadas cerca de 20 casos e relatados às autoridades, porque há uma grande quantidade de refugiados sírios que fogem para o Líbano, para os campos, devido aos bombardeios, ele viaja facilmente. Os países do Mediterrâneo em torno Síria estão a realizar campanhas de proteção “.

Na Síria , a campanha tem como alvo 1,6 milhões de crianças com vacinas contra poliomielite e outrs doenças infantis.

O colapso do sistema de saúde e a inexistência de pessoal méedico contribui para o agravamento da situação.

Doenças como sarampo, meningite e poliomielite, erradicadas em 1995, generalizaram-se com guerra e afeatam hoje 80.000 crianças, no país.