Última hora

Última hora

Pistorius vomita no tribunal ao ouvir relato da autópsia da ex-namorada

Em leitura:

Pistorius vomita no tribunal ao ouvir relato da autópsia da ex-namorada

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com um ar destroçado que Oscar Pistorius ouviu o testemunho do médico legista sobre a autópsia da ex-namorada, que o atleta sul-africano é acusado de ter assassinado.

O tribunal de Pretória deu início, esta segunda-feira, à segunda semana do processo do campeão paralímpico de atletismo.

Gert Saayman, o médico legista, foi interrompido duas vezes. Oscar Pistorius chorou e até vomitou ao ouvir o relato da autópsia.

Um relato que não foi, contudo, transmitido em direto – contrariamente ao resto da audiência. O tribunal proibiu a transmissão em sinal de respeito para com a família da vítima.

Apesar do evidente mal-estar físico do acusado, a defesa não desejou adiar o processo, argumentando que uma interrupção não ajudaria em nada o estado de espírito de Oscar Pistorius.

O legista confirmou que foram os ferimentos causados pelas balas que recebeu na cabeça, num braço e numa anca que provocaram a morte da antiga manequim, Reeva Steenkamp, então com 29 anos.

O atleta, conhecido como “Blade Runner”, pelas órteses em forma de lâmina com que corre, admite ter disparado contra a ex-namorada, mas alega tratar-se de um acidente. Pistorius pensava que um ladrão se tinha introduzido na vivenda.