Última hora

Última hora

Sobrevivente de Fukushima convidado de eurodeputados anti-nuclear

Em leitura:

Sobrevivente de Fukushima convidado de eurodeputados anti-nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

No terceiro aniversário da catástrofe de Fukushima, no Japão, Naoto Matsumura foi convidado a visitar o Parlamento Europeu para uma cerimónia que recordou o sismo seguido de tsunami. Um desastre que causou destruição geral e avariou uma central nuclear.

“Está tudo destruído, não resta nada”, disse o pequeno produtor de arroz que é o único das dezenas de milhares de habitantes que permaneceu no local, apesar da proibição das autoridades.

Naoto Matsumura chegou a Estrasburgo por convite do partido europeu Verdes, que alertou para os riscos que os cidadãos correm devido ao recurso à energia nuclear em vários países da União Europeia.

A eurodeputada ecologista francesa Michèle Rivasi disse que “quando ponderávamos um acidente, tínhamos em conta um único risco. Mas Fukushima mostrou que, no caso de sismo seguido de tsunami, não há reforço de segurança que nos valha!”

A catástrofe causou 18 mil mortos. Depois do acidente nuclear, 200 mil pessoas foram retiradas do local e cerca de 50 mil continuam sem poder voltar às suas casas, que ficam num raio até 20 quilómetros da central.