Última hora

Última hora

Aumento salarial no Japão

Em leitura:

Aumento salarial no Japão

Tamanho do texto Aa Aa

Sob pressão do governo, as principais empresas do Japão vão efetuar o maior aumento salarial em anos.

Na Toyota, é o maior em duas décadas e o primeiro em seis anos. A partir de abril, os funcionários nipónicos receberão mais 2700 ienes por mês, o equivalente a 19 euros. Na Nissan, o aumento é de 24 euros mensais.

Mas o analista Takuji Okubo recorda que “o aumento dos salários de base é de apenas 1%. A subida do salário é em si uma boa notícia, mas quando se tem em conta a inflação, os trabalhadores terão um mau ano em termos de rendimentos reais”.

Mas nem todas as empresas pretendem subir os salários. Uma sondagem da Reuters mostra que oitenta por cento não o pretende fazer, a começar pelas pequenas e médias empresas, que empregam a grande maioria dos japoneses.

Além disso, em janeiro, a inflação foi de 1,3% e, a partir de 1 de abril, o IVA subirá de 5 para 8%.

Os analistas estimam que vai afetar o consumo. Já o Banco do Japão e o governo contam com um aumento da procura interna para impulsionar o crescimento e pôr fim a 15 anos de deflação.