Última hora

Última hora

Funcionários públicos gregos em greve

Em leitura:

Funcionários públicos gregos em greve

Tamanho do texto Aa Aa

Os funcionários públicos iniciaram, esta quarta-feira, uma greve de 24 horas na Grécia em sinal de protesto contra a supressão de novos postos de trabalho.

Nas ruas de Atenas, foram muitos os que criticaram o plano acordado com a troika que prevê o despedimento de mais 11 mil trabalhadores do setor público até ao final do ano, num país onde a taxa de desemprego ronda os 28 por cento.

“Vamos continuar a lutar durante o tempo que for necessário contra estas medidas que consideramos inconstitucionais” afirma um funcionário público.

“Tenho dois filhos desempregados e, apenas, posso dizer que quero o meu emprego de volta” refere uma desempregada do setor público.

A manifestação convocada por sindicato Adedy terminou junto ao Parlamento, em Atenas, no mesmo dia em que, no interior, os deputados debatiam um projeto de reforma do setor público.

Euronews: “Os protestos dos funcionários públicos contra as políticas da troika não vão ficar por aqui. Para a próxima semana estão já previstos dois dias de greve e de acordo com o sindicato do setor, os trabalhadores estão dispostos a fazer subir o tom da contestação até que o governo faça marcha atrás.”