Última hora

Última hora

Itália: Agricultura da "Terra do Fogo" está de quarentena

Em leitura:

Itália: Agricultura da "Terra do Fogo" está de quarentena

Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano decidiu colocar de quarentena a agricultura de uma delimitada zona da região de Campania entre as cidades de Nápoles e Caserta. Em causa está a contaminação dos solos pelas muitas lixeiras ali existentes e pelas recorrentes queimas de detritos e produtos tóxicos, as quais, de tão frequentes, valeram à zona a alcunha de “terra do fogo.”

As lixeiras e as queimadas são crimes ambientais alegadamente cometidos pela chamada indústria do lixo, a qual se suspeita de estar sob o controlo da máfia local, a conhecida Camorra.

A contaminação dos solos, em especial dos terrenos agrícolas, levou o governo italiano a decidir-se pela proibição imediata da comercialização de alguns dos produtos agrícolas daquela região sem que haja uma verificação de eventual contaminação.

A ministra da Saúde italiana, Beatrice Lorenzi, diz que está em causa a saúde pública e que as verificações dos produtos se impõem porque a população de Campania está receosa face à agricultura da própria região, que é vista atualmente como causa de graves doenças.

O ministro do ambiente, Gianluca Galleti, garante, por fim, que o novo governo liderado por Mateo Renzi está a trabalhar para devolver a Campania uma área que atualmente não pode ser aproveitada pelos agricultores locais.