Última hora

Última hora

MH370: Buscas desviam-se ainda mais da rota prevista do avião

Em leitura:

MH370: Buscas desviam-se ainda mais da rota prevista do avião

Tamanho do texto Aa Aa

A Malásia estendeu a oeste, ao Mar de Andamão – para lá do Estreito de Malaca – as buscas pelo voo MH370 da Malaysia Airlines, uma zona que fica completamente fora da rota do Boeing 777. O aparelho desapareceu dos radares 50 minutos depois de levantar voo de Kuala Lumpur rumo a Pequim.

O Vietname suspendeu entretanto parte das missões de busca a este, junto ao Golfo da Tailândia, na rota prevista do avião.

O chefe da Força Aérea da Malásia negou ter dito que o avião desaparecido há cinco dias tenha sido detetado por radares militares no Estreito de Malaca, centenas de quilómetros a oeste da sua rota, mas não exclui a possibilidade do aparelho ter alterado bruscamente a rota para oeste, algures entre a Malásia e o Vietname.

No aeroporto de Kuala Lumpur, as pessoas pedem prudência:

“É um grande mistério porque o avião desapareceu de repente, sem deixar rasto. Neste momento, só podemos esperar para ver, porque não queremos espalhar notícias falsas que podem afetar as famílias”, apelou um passageiro aéreo.

Falha mecânica, sequestro, ato de terrorismo ou de outro tipo, as autoridades não descartam nenhuma possibilidade no misterioso desaparecimento do voo MH370.