Última hora

Última hora

Israel contra-ataca em Gaza

Em leitura:

Israel contra-ataca em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Israel voltou a bombardear, esta noite, a Faixa de Gaza. É a resposta ao lançamento, durante o dia, de 70 ‘rockets’, a partir do território palestiniano, contra o sul de Israel, uma ação reivindicada pela Jihad Islâmica.

Trata-se do maior incidente desde a Operação Pilar Defensivo, há dois anos, um confronto que na altura durou uma semana.

Dos 70 mísseis artesanais, 41 caíram em solo israelita provocando um ferido ligeiro.

Ao lado de David Cameron, Benjamin Netanyahu afirmou que o ‘Tzahal’ está a “responder em força aos disparos contra israelitas feitos pela Jihad Islâmica na Faixa de Gaza” e prometeu que enquanto “não houver calma no sul (de Israel) vai haver barulho em Gaza. E isso é um eufemismo”, garantiu o primeiro-ministro israelita.

Na reivindicação do ataque, a Jihad Islâmica afirma que foi a resposta a um raide israelita que matou três milicianos das Brigadas Al-Quds, o braço armado da Jihad.

A escalada da violência acontece no dia em que David Cameron chegou a Israel para a sua primeira visita oficial enquanto primeiro-ministro britânico.