Última hora

Última hora

Alemanha: Presidente do Bayern condenado a mais de três anos de prisão

Em leitura:

Alemanha: Presidente do Bayern condenado a mais de três anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do clube de futebol Bayern de Munique foi condenado a três anos e meio de prisão. Uli Hoeness foi considerado culpado de evasão fiscal por um tribunal de Munique.

A defesa pretendia pena suspensa pelo facto de ter sido o seu cliente a entregar-se, mas o juiz não considerou válida a chamada “autodenúncia”, que lhe concederia uma amnistia.

O líder do clube bávaro afirmou ter uma dívida de apenas 18 milhões de euros, o processo judicial revelou que a dívida era afinal de 27 milhões.

Hoeness vai recorrer. “Estamos certos que o próximo tribunal vai ter uma sentença mais favorável em relação à proferida por este”, afirma o advogado Hanns W. Feigen.

O presidente do clube vencedor da Liga dos Campeões no ano passado tinha contas na Suíça.

Amigo pessoal de Angela Merkel, Hoenness chegou a defender o aumento de impostos e insurgiu-se mesmo contra a… evasão fiscal.