Última hora

Última hora

Venezuela: Pelo menos 26 mortos em 1 mês de protestos

Em leitura:

Venezuela: Pelo menos 26 mortos em 1 mês de protestos

Tamanho do texto Aa Aa

Mais três mortos, na Venezuela, no dia em que se cumpriu um mês desde que começaram os protestos contra o governo do Presidente Nicolas Maduro.

Dois manifestantes e um oficial da Guarda Nacional Bolivariana foram mortos nos confrontos desta quarta-feira em Valência, 150 km a oeste de Caracas.

Na capital, uma marcha de estudantes foi reprimida pelas autoridades, mas neste caso sem provocar vítimas.

Os manifestantes criticaram a violência e a “intimidação” por parte das autoridades que, afirmam, deviam proteger a população.

O Presidente Nicolas Maduro responsabiliza o que chama de grupos “fascistas” pela instabilidade no país.

“Estou obrigado, pela minha responsabilidade constitucional, a tomar medidas excecionais, que vou tomar onde estão os epicentros do ataque dos fascistas. Estou vinculado e ninguém me irá chantagear”, afirmou Maduro perante os seus apoiantes.

Um mês de violência na Venezuela deixou um rasto de pelo menos 26 mortos, várias centenas de feridos e mais de um milhar de detidos nos protestos e contra-manifestações que diariamente descem às ruas para denunciar a corrupção, as carências de bens essenciais e uma inflação galopante.