Última hora

Última hora

Diplomacia falha tentativa de reconciliação antes do referendo

Em leitura:

Diplomacia falha tentativa de reconciliação antes do referendo

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou sem resultados concretos o encontro entre o secretário de Estado norte-americano e o chefe da diplomacia russo, em Londres.

A reunião considerada como a última tentativa para resolver a crise na Crimeia
antes do referendo durou cerca de seis horas.

No entanto, para Serguei Lavrov em causa estão muito mais que simples divergências:

“Não podemos olhar para a Crimeia sem olharmos para o rumo da história. Independentemente de existirem ou não precedentes – e, neste caso, é importante referir que existem – todos compreendem que a Crimeia para a Rússia representa muito mais do que, por exemplo, as ilhas Comores para a França ou as Malvinas para a Grã-Bretanha.”

John Kerry que afirma ter apresentado propostas para ultrapassar a crise – sem especificar quais – insiste que a porta do diálogo continua aberta, mas deixa um aviso: Moscovo vai ter de assumir as consequências das suas ações:

“Espero que Vladimir Putin não interprete estas palavras como uma ameaça. Não se trata de uma questão pessoal, trata-se sim de uma questão de respeito pela estrutura multilateral pela qual nos regemos desde a II Guerra Mundial e pelos valores assumidos no que toca à anexação, secessão e independência dos países envolvidos.”