Última hora

Última hora

Kerry: "Moscovo vai ter de assumir as consequências das suas ações"

Em leitura:

Kerry: "Moscovo vai ter de assumir as consequências das suas ações"

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, sublinha a necessidade de dar continuidade ao diálogo para resolver o diferendo na Crimeia. John Kerry deixa, no entanto, um aviso: Moscovo vai ter de assumir as consequências das suas ações. Palavras proferidas em Londres no final de um encontro com o chefe da diplomacia russa,Serguei Lavrov.

O secretário de Estado norte-americano afirma ter apresentado propostas para ultrapassar a crise, mas Lavrov já fez saber que Vladimir Putin não vai assumir qualquer compromisso até domingo, ou seja, até à realização do referendo na Crimeia.

Kerry aproveitou o encontro para manifestar a preocupação com a presença de soldados russos em território ucraniano e com os episódios de violência junto à fronteira com a Rússia. Lembrou, ainda, que Moscovo tem o dever de respeitar a integridade territorial da Ucrânia.

Os Estados Unidos querem uma Ucrânia estável onde os direitos dos cidadãos estejam assegurados. De acordo com Kerry esse é o único objetivo de Washington em todo este processo.