Última hora

Última hora

Presidente do Bayern de Munique vai mesmo para a cadeia

Em leitura:

Presidente do Bayern de Munique vai mesmo para a cadeia

Tamanho do texto Aa Aa

Uli Hoeness, presidente do Bayern de Munique, anunciou hoje que não vai recorrer da condenação a três anos e meio de prisão por fraude fiscal e que se demitiu da liderança do campeão europeu de futebol.

Hoeness foi condenado na quinta-feira a uma pena de prisão efetiva, devido a uma dívida fiscal de 27 milhões de euros.

De acordo com um comunicado publicado no sítio oficial do Bayern, Hoeness refere que se demite “com efeito imediato dos cargos de presidente do Bayern de Munique e de presidente do conselho de supervisão”.

No início da investigação, que se iniciou com uma confissão de Hoeness, o valor da fraude fiscal era de 3,5 milhões de euros, que aumentou para 18 milhões.

Mais tarde, uma inspetora das finanças falou em “pelo menos” 23,7 milhões, aos quais o Ministério Público junta o montante inicial, pelo que o total ascende aos 27,2 milhões.