Última hora

Última hora

Ucrânia cria nova Guarda Nacional

Em leitura:

Ucrânia cria nova Guarda Nacional

Tamanho do texto Aa Aa

Três dias antes do referendo na Crimeia, o parlamento ucraniano aprovou a criação de uma nova força de segurança – a Guarda Nacional – que contará com 60 mil efetivos.

Trata-se de uma formação militar na dependência do Ministério do Interior.
O presidente do Parlamento, Oleksandr Turchinov esclareceu:

“ Em coordenação com a polícia, a Guarda Nacional vai garantir a segurança pública e das fronteiras e a luta contra o terrorismo. Para além disso, ocupar-se-à de ações tipicamente militares”.

Muitos ucranianos não concordam com uma força desta natureza na dependência do ministério do Interior, por receio de que se transforme numa nova Berkut, a polícia militar do regime de Ianukovich contra a qual lutaram durante meses.

Mais de metade dos efetivos já estão ao serviço, mas há muitos voluntários a alistarem-se como Yuriy Krisyuk , que veio do leste do país e cumpriu serviço militar na Rússia:

“ Estou pronto para ir nas próximas duas horas ao serviço de alistamento para pegar em armas e servir o povo da Ucrânia. Espero que não haja guerra. Espero mesmo… a minha mulher e a minha filha estão na Rússia, já não as vejo há quase meio ano”.

Krisyuk chegou em novembro a Kiev onde permaneceu durante todo o tempo de constestação nas ruas.

Maria Korenyuk, a respórter da euronews em Kiev diz-nos que “de acordo com o Conselho Nacional de Segurança, a Guarda Nacional já tem 32 mil efetivos e mais 20 mil serão alistados nas próximas duas semanas. Os primeiros treinos começam esta sexta-feira”.