Última hora

Última hora

Ucrânia: Tártaros da Crimeia pedem intervenção da NATO

Em leitura:

Ucrânia: Tártaros da Crimeia pedem intervenção da NATO

Tamanho do texto Aa Aa

Os Tártaros da Crimeia pedem uma intervenção da NATO na região para acabar com o que chamam de massacre feito pelos russos e apelam ao boicote do referendo do próximo domingo.
O líder desta comunidade, que representa 12% da população da península, esteve em Bruxelas foi recebido por um representante da organização.

Mustafa Dzhamilev garante que “não defende que os soldados da NATO deviam entrar na Crimeia e expulsar os russos do nosso território. Mas deviam ser tomadas medidas para evitar que a Rússia continuasse esta agressão a um vizinho.”

Dzhamilev teme que região se esteja a tornar num barril de pólvora prestes a explodir. E garante que se não houver intervenção internacional, o povo vai defender-se. “Não vamos cometer “harakiri”, mas vamos procurar formas para defender os nossos direitos e a vida dos nossos compatriotas. Mas a nossa nação não é suficientemente grande para lutar contra a Rússia.”