Última hora

Última hora

Observadores da OSCE impedidos de entrar na Crimeia

Em leitura:

Observadores da OSCE impedidos de entrar na Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

A entrada de observadores internacionais, na Crimeia, está a ser dificultada. Os observadores militares, da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, OSCE, foram impedidos de entrar nesta península da Ucrânia 4 vezes. Isto apesar do governo desta região autónoma ter convidado a organização a observar o referendo.

“Originalmente, o objetivo do convite era obter informações sobre a Crimeia, tentámos chegar lá quatro vezes mas, infelizmente, a entrada foi-nos recusada por militares armados desconhecidos, militares ou não, não sabemos se são militares ou da polícia, não estavam, claramente, identificados”, explica o líder desta missão, o Coronel Gábor Acs.

Este grupo de observadores afirma ter visto, no leste da Ucrânia, militares ucranianos em exercícios. Esta missão deverá permanecer no país até 16 de março.