Última hora

Última hora

Alibaba escolhe Wall Street

Em leitura:

Alibaba escolhe Wall Street

Tamanho do texto Aa Aa

Alibaba, o gigante chinês do comércio eletrónico, escolheu Nova Iorque para cotar-se na bolsa, em detrimento de Hong Kong. A Oferta Pública Inicial (OPI) poderá atingir os 16 mil milhões de dólares, o recorde estabelecido pelo Facebook.

As expectativas são grandes, mas os desafios também.

A Alibaba tem vindo a perder empresas com quem colaborava, como HStyle, e que decidiram lançar a próprias lojas online. Além disso, como explica Zhang Chenhao, analista da Gold Sand, “o maior desafio da Alibaba é que não está a desenvolver o comércio online via telemóvel. As companhias com quem trabalha, incluindo a LINE, não trouxeram grandes avanços. Por isso, têm de encontrar uma boa solução para o problema”.

Criada há 15 anos, a Alibaba domina as vendas online na China, possui 20 mil empregados e a plataforma comercial é maior do que a “eBay” e “Amazon” juntas. Conta com mais de 500 milhões de clientes, o mesmo número de utilizadores de internet móvel na China no ano passado.

Com a entrada em bolsa, o grupo poderá valer mais de 140 mil milhões de dólares.