Última hora

Última hora

Malásia: Vinte e cinco países investigam desaparecimento do Boeing 777

Em leitura:

Malásia: Vinte e cinco países investigam desaparecimento do Boeing 777

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades malaias estão a reorganizaar às areas de busca para localizar o boeing da Malaysia Airlines desaparecido há nove dias.

O exército está a contar com o apoio logístico de 25 países tendo em vista acelerar as investigações, mas cada dia que passa aumenta a angústia das famílias que acusam as autoridade de estar a reter informação.

O ministro dos Transportes da Malásia defende: “Gostaria de abordar a especulação de que a Malásia tem retido informações sobre os movimentos do MH370. Para as famílias eu entendo que todos os dias prolongam a angústia, eu entendo porque a Malásia também perdeu filhos e filhas, havia 50 malaios a bordo do avião. Mas quero dizer que a nossa prioridade sempre foi de encontrar a avião”

Search area. Malaysian Transports Ministry

O chefe da polícia malaio, Khalid Abu Bakar, disse que está à espera do envio de informações solicitadas a alguns países sobre o perfil dos passageiros. Os investigadores acreditam que o avião pode ter sido desviado para o Índico por uma pessoa com profundo conhecimento das rotas aéreas e das posições dos radares.

A polícia também está a investigar funcionários do aeroporto e está a intensificar as buscas sobre o percurso do piloto e copiloto, depois de terem confiscado um simulador de voo encontrado na casa do piloto.