Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Nani está de volta para duelo com Paulo Machado

Em leitura:

Liga dos Campeões: Nani está de volta para duelo com Paulo Machado

Liga dos Campeões: Nani está de volta para duelo com Paulo Machado
Tamanho do texto Aa Aa

A atravessar uma crise de identidade, que nunca teve desde a chegada do treinador David Moyes ao clube, o Manchester United, de Nani, recebe esta quarta-feira, nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o Olympiakos, de Paulo Machado. A equipa grega tem uma vantagem de 2-0, conseguida em Atenas, e está moralizada por ter assegurado no último fim de semana o quinto título grego consecutivo e o 41.o no historial.

Ao invés, os “red devils” estão envoltos em polémicas e, alegadamente, em discussões internas. A última terá oposto o próprio treinador ao carismático jogador Ryan Giggs, que acumula a camisola “11” ao fato de treino de adjunto. O jogador terá criticado abertamente os métodos de treino de David Moyes e o sistema de jogo que o ex-Everton pretende implementar no clube, o qual Giggs acusa de desvirtuar a tradição ofensiva das equipas do clube.

O ambiente terá ainda piorado após a pesada derrota em casa (0-3) diante do Liverpool, este domingo. O ambiente no treino do Manchester United, antes do jogo desta quarta-feira, revelou alguma descontração e até diversão. Mas terá sido enganador. Na cidade dos Smiths e dos Joy Division, alguns adeptos do United já deixaram inclusive de chamar “teatro dos sonhos” a Old Trafford, preferindo apelidar o estádio do MU como “o teatro dos pesadelos.”

Alheado da contestação exterior e ignorando os problemas internos, David Moyes diz-se tranquilo. “O meu futuro não mudou nada. Tenho um trabalho muito bom e sei exatamente a direção em que quero seguir. Não está a ser a época que esperávamos a esta altura, mas sei o que pretendo e vou aplica-lo quando chegar a altura certa. O mais importante agora é o jogo com o Olympiakos e nos esperamos seguir em frente na prova”, afirmou o treinador escocês.

De volta, estará Nani. O internacional português do Manchester United está recuperado de uma lesão muscular sofrida em dezembro, mas deverá começar do banco o duelo à parte que vai travar com o colega de seleção Paulo Machado.

Na outra partida desta quarta-feira, o Borussia de Dortmund recebe o Zenit de São Petersburgo, que acaba de contratar para treinador André Villas-Boas. O português, contudo, apenas será apresentado quinta-feira e a equipa russa será orientada pelo treinador interino Sergei Semak.

Os alemães venceram (4-2) na Rússia e têm tarefa facilitada. A equipa dos internacionais portugueses Luís Neto e Danny está obrigada a marcar pelo menos três golos em Dortmund para aspirar a chegar aos quartos-de-final da Liga dos Campeões.