Última hora

Última hora

Obama pede a Abbas que corra riscos pela paz

Em leitura:

Obama pede a Abbas que corra riscos pela paz

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama disse a Mahmud Abbas que tem de correr riscos para poder avançar com o processo de paz.

Depois do primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, foi a vez do presidente da Autoridade Palestiniana se encontrar na Casa Branca com o presidente dos Estados Unidos.

Os dois homens concordam na necessidade de prolongar as conversações de paz para lá da data limite de 29 de abril: “Temos um acordo com Israel, que foi forjado pelo secretário de Estado John Kerry, para a libertação de um quarto grupo de prisioneiros até ao dia 29 de março. Se isso for feito, é um sinal de que Israel está a fazer esforços para conseguir a paz”, disse Abbas.

Se em relação aos prisioneiros palestinianos parece haver concessões por parte de Israel, já quanto às questões territoriais continua a haver discordância. A Autoridade Palestiniana quer que Israel regresse às fronteiras anteriores a 1967, o que o governo de Netanyahu recusa. Abbas lembrou Obama que a Autoridade Palestiniana reconhece o Estado de Israel há 20 anos, enquanto Israel continua a dificultar a criação de um Estado palestiniano.