Última hora

Em leitura:

Ucranianos preparam-se para a guerra


Ucrânia

Ucranianos preparam-se para a guerra

Os ucranianos estão a preparar-se para uma eventual guerra com a Rússia. Nesta base perto de Kiev, vários voluntários estão a treinar-se para se juntarem à recém-criada Guarda Nacional.

O governo ucraniano chamou 40 mil militares na reserva para contrariar o que diz ser uma agressão da Rússia na Crimeia. O ministro do Interior, Arsen Avakov, confirma que o país está preparado para a guerra: “Nos próximos dias, a Ucrânia vai ter uma unidade pronta para o combate, que não quer combater, mas que tem a firme intenção de proteger as fronteiras da Ucrânia e a ordem neste país. Glória à Ucrânia”.

Dos 40 mil reservistas chamados, metade vai integrar as forças armadas e a outra metade a nova Guarda Nacional.

“Ninguém além de nós, os cidadãos da Ucrânia, pode proteger o país. Vamos dar o nosso melhor”, diz Yan, um antigo guarda-costas que faz parte deste grupo de voluntários.

Muitos reservistas estão a ser colocados nas zonas fronteiriças, nomeadamente na fronteira que separa a Crimeia do resto da Ucrânia, onde os militares de ambos os lados estão a criar uma zona-tampão. A Ucrânia quer evitar que o cenário da Crimeia se repita noutras regiões do sudeste do país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Obama pede a Abbas que corra riscos pela paz