Última hora

Última hora

Paris admite suspender a venda de navios de guerra a Moscovo

Em leitura:

Paris admite suspender a venda de navios de guerra a Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes europeus admitem alargar as sanções à Rússia por causa da anexação da Crimeia.

Os chefes de Estado e de governo da União Europeia vão determinar as sanções no Conselho Europeu que, hoje, arrancou em Bruxelas e que se estende até esta sexta-feira.

Questionada obre o futuro da Rússia no G8, que tem prevista uma cimeira em junho, a chanceler alemã considera que dadas as condições políticas não faz sentido avançar com uma reunião desta envergadura.

Os encontros preparatórios para a cimeira do G8 na cidade russa de Sochi foram, entretanto, suspensos.

O Reino Unido decidiu suspender a cooperação militar com a Rússia. Também, a França admite suspender a venda de navios de guerra Mistral – para transporte de helicópteros – a Moscovo.

O contrato assinado em 2011 orçado em um milhão e 200 mil euros permitiu criar 1000 postos de trabalho em França.

A Rússia já fez saber que vai exigir uma indemnização caso Paris cancele o acordo.