Última hora

Em leitura:

Rússia: O impacto das sanções


Rússia

Rússia: O impacto das sanções

As sanções internacionais contra Moscovo depois da anexação da Crimeia começam a ter repercussões.

Esta manhã pouco depois da abertura a Bolsa de Moscovo registava uma baixa de cerca de 3%.

Às 6:06 TMG, os dois índices da praça financeira moscovita, o Micex e o RTS baixavam 2,59% e 3,32% respetivamente.

Em comunicado, a agência de notação financeira Fitch informou esta sexta-feira ter reduzido a perspetiva da Rússia de estável para negativa.

“A revisão da perspetiva para negativa reflete o potencial impacto das sanções sobre a economia e ambiente de negócios da Rússia”, disse a Fitch em comunicado.

Na noite de quinta-feira, a agência de “rating” Standard & Poor’s já tinha revisto em baixa a perspetiva da Rússia, igualmente de estável para negativa. A Visa e a MasterCard cessaram, sem avisar, os serviços de pagamentos aos clientes do banco Rossiya.

Esta instituição é dirigida e detida em parte por Iouri Kovaltchuk, que desde há muitos anos é conselheiro e próximo do presidente russo e está incluído na lista das 20 personalidades sancionadas pelos Estados Unidos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Turquia: Bloqueado o acesso ao "Twitter"