Última hora

Última hora

Sarkozy fala de métodos da "Stasi" em França

Em leitura:

Sarkozy fala de métodos da "Stasi" em França

Tamanho do texto Aa Aa

Suspeito de envolvimento em vários casos de corrupção e tráfico de influências, Nicolas Sarkozy quebrou o silêncio, a três dias das eleições municipais em França.

Numa carta aberta publicada no jornal Le Figaro, Sarkozy disse que as escutas telefónicas de que tem sido alvo fazem lembrar os métodos da Stasi na Alemanha de Leste.

Os socialistas, no poder, reagiram de imediato:
“Estou indignado por ver que o antigo presidente da república ousa comparar o nosso país, o seu país, à antiga Alemanha de Leste da época da cortina de ferro”, afirmou Harlém Désir.

O ex-presidente francês atravessa momentos difíceis. Depois de descobrir que as conversas que teve com os ministros do seu governo foram gravadas e reveladas pelo seu principal conselheiro político, descobriu ainda que o seu telemóvel esteve sob escuta e acusa o sistema judicial de assédio.